fbpx

A Importância dos Cursos Técnicos em tempos de crise

13708410_1090298764396701_1816155361782541346_o

A Importância do Curso Técnico em tempos de crise

Durante muito tempo, o curso técnico sofreu com um estigma no Brasil. Ele era reservado para os jovens que não conseguiram passar no vestibular ou que não achavam que tinham capacidade para fazer mais. Mas esse pensamento está ultrapassado: hoje, o mercado de trabalho está atrás de mais profissionais técnicos e, muitas vezes, eles podem ganhar mais e ter mais oportunidades do que quem é formado em uma universidade.

Apesar disso, apenas 6% dos jovens brasileiros estão em um Ensino Médio profissionalizante. Isso é problemático porque uma porcentagem pequena de jovens formados no Ensino Médio entra na universidade depois – cerca de 40%. Os outros, além de não entrarem na faculdade, não têm formação alguma quando tentam entrar no mercado de trabalho. E o ensino nas escolas comuns é voltado unicamente para o vestibular, como se o técnico não fosse uma opção.

Você já pensou em fazer um curso técnico? Quer saber quais são suas vantagens? Veja abaixo!

Como é um curso técnico?

Ao contrário da universidade, o ensino no curso técnico é muito mais voltado para o mercado de trabalho. Ele ensina a exercer uma função específica e necessária no mercado da região. Por ser tão focado, um curso técnico costuma durar um ou dois anos, e o custo é bem mais baixo do que o de uma universidade. Ele é, sem dúvidas, o caminho mais curto entre o Ensino Médio e o mercado de trabalho.

Fazer um curso técnico é uma ótima opção para quem quer ou precisa ingressar rapidamente no mercado. Se não for seu caso, ele também é excelente para quem ainda não decidiu sua profissão, porque você pode aprender um novo ofício e, quem sabe, se descobrir durante o curso. Depois de começar a trabalhar, pode investir na universidade! E o técnico é uma boa ideia também para quem está mudando de área ou reforçando um conhecimento que adquiriu na prática. Muitas vezes, você já sabe o que é necessário, mas precisa de um diploma para provar isso. O curso técnico é uma ótima ideia!

Recepção no mercado de trabalho

Muitos setores estão sempre à procura de novos profissionais técnicos – às vezes, mais do que a região consegue suprir. É o caso da construção civil, que anda abrindo muitos cursos pelo Brasil. Isso acontece devido ao grande volume de obras sendo realizadas nos últimos tempos. O mesmo acontece com os setores de serviços e de saúde, que estão a todo vapor agora por causa das Olimpíadas no Rio de Janeiro. Mas esses não são os únicos setores: o mercado sempre precisa de mais profissionais de enfermagem, segurança do trabalho, nutrição, radiologia e uma série de outras especialidades.

Quanto ao salário do profissional recém-formado, ele pode variar entre R$ 900 e R$ 2000, podendo ser mais do que isso em algumas especialidades. A maioria dos estudantes já termina o curso técnico com um emprego garantido e com oportunidades para crescer na empresa em que foi contratado.

Em suma, fazer um curso técnico traz muitas vantagens. Você pode começar no início do Ensino Médio, em uma escola profissionalizante; no segundo ano, fazendo um curso técnico a parte da escola; ou depois de já ter se formado. Não há idade nem pré-requisito. Você só tem que estar disposto a estudar e aprender!

Mercado de Trabalho

Vivemos em um mercado muito competitivo, onde a qualificação da mão de obra conta como critério de desempate em uma entrevista. Uma maneira rápida e mais barata são os cursos técnicos.

O mercado de trabalho cresce e vem sentindo a falta de trabalhadores qualificados. Hoje são 200 mil postos de emprego que não são preenchidos por falta de um profissional qualificado para o cargo, cerca de 60% dos jovens que concluem o ensino médio não ingressam no ensino superior. O ensino técnico é o caminho mais curto para o mercado de trabalho com perspectivas de ingresso ao ensino superior.

O crescimento dos Cursos Técnicos é um fator favorável para a educação e bastante estimulante como forte preparação para o mercado de trabalho, ela já é vista pelos estudiosos da educação como ponte para o Ensino Superior.

"Hoje, pesquisas mostram que 80% dos alunos com formação técnica têm conseguido boas colocações e melhor reconhecimento nas empresas", afirma Carlos Augusto de Maio, diretor da Escola Técnica Estadual de São Paulo – ETESP – vinculada ao Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza.

Os Cursos Técnicos são ótimos, pois possibilitam a entrada mais rápida no mercado de trabalho. Muitas vezes profissionais formados por esses cursos conseguem mais oferta de empregos e estágios do que recém formados em ensino superior.

Os cursos técnicos possuem características favoráveis para o estudante e o mercado de trabalho. Geralmente são rápidos com duração média de 1 ano e meio, enfoque do curso é pratico devido ser voltado para o mercado de trabalho.

O salário de um profissional técnico depende da profissão e região do país, mas a média pode variar ente R$ 900,00 até R$ 2.000,00.

O Mercado quer Técnicos. Você está preparado?

Hoje o nosso país vive uma incerteza muito grande devido a crise que se deu por causa de razões políticas, com isso o desemprego a cada dia continua aumentando, mais vale lembrar que para uma pequena classe de profissionais isso não está ocorrendo.

Então você pode se perguntar: Que classe é essa? Os estudantes de cursos profissionalizantes.

Os cursos técnicos profissionalizantes aceleram a entrada do aluno no mercado de trabalho, prepara o aluno para lidar com uma sociedade desenvolvida tecnologicamente.

O curso Profissionalizante ele busca suprir uma demanda por mão de obra especializada e qualificada que hoje o nosso país necessita.

Em meio a diversos cursos profissionalizantes existente um em específico que se destaca no mercado de trabalho que é o curso técnico em informática.

Porque isso acontece?

Relacionar-se bem com todas as pessoas a sua volta, não ficando limitado ao corpo técnico da empresa.

A informática talvez seja a área que mais influenciou o curso do século XX. Se hoje vivemos na Era da Informação, isto se deve ao avanço tecnológico na transmissão de dados e às novas facilidades de comunicação - ambos impensáveis sem a evolução dos computadores. Existe informática em quase tudo que fazemos e em quase todos os produtos que consumimos. É muito difícil pensar em mudanças sem que em alguma parte do processo a informática não esteja envolvida.

Por isso é que os cursos relacionados à área de computação estão sendo cada vez mais procurados. As escolas técnicas, por exemplo, não param de receber alunos. Lá, eles podem ter acesso a esse tipo de informação e sem ter que pagar nada. De agora em diante, o mercado tende a ficar ainda mais competitivo. Aqueles que não estiverem bem preparados dificilmente conseguirão arranjar um bom emprego. Para você não passar por esse tipo situação, comece a investir em seu futuro desde já.

Novo contexto de Trabalho

Enquanto o mercado de trabalho se desenvolve, mais exigente ele fica. Dessa forma, quanto mais sofisticado e arrojado estiver o cenário de empregos, mais ele precisará de profissionais devidamente qualificados. No Brasil, contudo, é difícil para que os trabalhadores consigam acompanhar as novas demandas do mercado. Em outras palavras, o brasileiro tem dificuldade de se inserir nesse novo contexto uma vez que não lhe são concedidas muitas oportunidades.

De maneira geral, o principal problema da nossa situação é em relação ao estudo. E muitos fatores estão envolvidos: o ensino público é muito concorrido, a graduação é um curso mais demorado, muitos profissionais saem do Ensino Médio sem acesso a mais educação, e os problemas vão crescendo.

Por conta disso, é preciso entender, mais do que nunca, a importância do curso técnico. Principalmente para os jovens que não puderam dar continuidade aos seus ensinos na rede pública, não podendo fazer uma graduação. Isso porque o ensino técnico é, hoje em dia, conhecido como o caminho mais curto para o mercado de ensino superior.

Vantagens dos Cursos Técnicos

Para quem quer entrar no mercado de trabalho, a educação técnica é o melhor passaporte para conseguir o primeiro emprego. Para os que já estão no mercado de trabalho, em tempos de crise, quando as empresas demitem, elas optam por eliminar aqueles menos produtivos, então neste caso, quem tem uma formação técnica também tem um diferencial importante. Para aqueles que saíram do mercado de trabalho e querem retornar, o melhor caminho é fazer um curso técnico para agilizar este retorno.

Além disso, como as tecnologias têm avançado, são transversais e as empresas estão investindo cada vez mais em eficiência de gestão, várias profissões técnicas que têm um perfil transversal e que, portanto, têm mais versatilidade estão em alta. Por exemplo, quem trabalha em Montagem Industrial pode trabalhar em um estaleiro, em uma empresa de construção civil, em uma montagem de site industrial, entre outros. Ou seja, há uma enorme flexibilidade de funções que podem ser desempenhadas.

Essa é uma tendência tecnológica e de padrão de gestão da indústria, o que dá a essas pessoas que têm essa formação mais flexível, maior oportunidade de se manter ou entrar no mercado de trabalho. Ou seja, em tempos de crise, uma formação técnica de oportunidades em diferentes ramos, atendendo também às necessidades das empresas e do mercado brasileiro.

Saiba mais sobre os Cursos Técnicos oferecidos pelo Colégio e Faculdade Marquês de Olinda.

Os Perigos da Automedicação
PROFISSIONAL DE ENFERMAGEM: 10 DICAS DE COMO SER M...